terça-feira, 31 de julho de 2018

Síndrome de Sjögren

Doença auto-imune que se caracteriza pela secura ocular e da boca


Fonte: Imagens  Google

Fico imaginando o quanto eu daria para não ter descoberto essa doença. 
Meu sonho seria se o reumatologista que me acompanha me dando a bela notícia de que tive um surto psicossomático, mas que agora já passou.
Estou livre! Sem medicamentos, sem dores e sem oscilações de humor.
Chega de sintomas mutantes, que podem acontecer a qualquer momento, qualquer dia. Que você pode ir dormir muito bem e acordar no dia seguinte com uma fadiga incontrolável. Posso cumprir com minhas obrigações, trabalhar ... viver!
Assim, tem sido minha vida antes e depois do diagnóstico, o bom que depois da fase rato de laboratório, onde tiram um monte de tudos de sangue, e alguns médicos já olham pra você como se tivesse uma depressão ou algum outro problema psiquiátrico, agora eu sei o que é. Porém, as vezes dá no mesmo, nem todos os médicos sabem lidar e você continua com o sentimento de rato de laboratório, pois o tratamento é feito de tentativa e erro tudo depende de como seu corpo reage.
Não é fácil, sei que terei pela frente um longo caminho de adaptação para conviver com este fato novo em minha vida. Vida que segue...
Tatyana Luz

O que é a Síndrome de Sjögren?

A Síndrome de Sjögren (SS) é uma doença auto-imune que se caracteriza principalmente pela manifestação de secura ocular e na boca associadas à presença de auto-anticorpos ou sinais de inflamação glandular. Algumas células brancas (chamadas de linfócitos) invadem vários órgãos e glândulas, principalmente as glândulas lacrimais e salivares, produzindo um processo inflamatório que acaba por prejudicá-los, impedindo suas funções normais.

Existem outras causas de secura na boca e nos olhos?

Se uma pessoa apresenta olho seco ou boca seca, ela deverá ser avaliada para as possíveis causas desses sintomas. Medicamentos (inclusive os usados para o tratamento da pressão alta, depressão, resfriados e alergias), infecções e outros problemas oculares também podem causar esses mesmos sintomas. Será necessária a avaliação de um médico Oftalmologista para determinar se realmente há falta de lágrima e sinais de inflamação na córnea em decorrência desta secura. Se essas alterações se confirmarem, o paciente deve ser encaminhado a um Reumatologista para avaliação do diagnóstico da Síndrome de Sjogren (SS).

Quais são as outras manifestações clínicas da Síndrome de Sjögren?

Os pacientes com “SS” também podem apresentar secura na pele, nariz e vagina. Podem apresentar fadiga, artralgias e artrites. Além disso, outros órgãos do corpo, como os rins, pulmões, vasos, fígado, pâncreas e cérebro também podem ser afetados. Esta doença é mais comum em mulheres de meia idade, mas também pode ocorrer em homens e em qualquer idade.

Como é feito o diagnóstico da Síndrome de Sjögren?

Para a confirmação do diagnóstico, além de todos os sintomas já mencionados o paciente deverá apresentar alterações laboratoriais (exames de sangue), radiológicos e/ou anátomo-patológicos (biópsia das glândulas salivares menores feita no lábio) e/ou de medicina nuclear (cintilografia das glândulas parótidas).

O que é a Síndrome de Sjögren Primária?

A Síndrome de Sjögren Primária ocorre quando a Síndrome de Sjögren (SS) ocorre de forma isolada, sem a presença de outra doença auto-imune.

O que é a Síndrome de Sjögren Secundária?

A Síndrome de Sjögren Secundária ocorre quando os sintomas da “SS” são acompanhados de uma outra doença auto-imune como a Artrite Reumatóide, o Lúpus Eritematoso Sistêmico ou Esclerodermia.

Como é o tratamento da Síndrome de Sjögren?

Ainda não existe uma cura definitiva para esta doença, mas o diagnóstico e intervenções precoces podem melhorar em muito o prognóstico. O tipo do tratamento vai depender dos sintomas (que podem ser bastante variados) e da sua gravidade. No caso do paciente somente apresentar secura nos olhos e boca, eventualmente, poderão ser utilizados como tratamento somente lágrimas artificiais e substitutos de saliva. Remédios anti-inflamatórios, corticóides e/ou imunossupressores poderão ser utilizados quando houver manifestação mais graves, objetivando melhora da inflamação e evitando seqüelas.

Fonte: https://www.reumatologia.org.br/doencas/principais-doencas/sindrome-de-sjogren/ 

quinta-feira, 8 de março de 2018

DIA INTERNACIONAL DA MULHER

O DIA 08 DE MARÇO...

O Dia Internacional da Mulher significa para cada um de nós, seres humanos, a cada ano, a renovação da força para lutar contra uma mentalidade conservadora, machista e retrógrada que tenta isolar e impedir o crescimento das mulheres.

De nada adiantarão as flores e as caixas de bombom distribuídas hoje, a não ser para agradar por algum instante aquelas que serão presenteadas. Um mimo, um presente, isso tudo é legal, mas seria em qualquer outro dos 364 dias. 

O desejo de todas nós mulheres é que não necessitemos de dar atenção às bocas que disparam maldades contra nós, sejam convertidos em algo minimamente inteligente os cérebros que ainda concebem a imagem feminina como o "sexo frágil" e que sejam condenados moralmente todos aqueles que insistem em dizer que a mulher é culpada pelo assédio e agressões que venham a sofrer.

Pois, pense bem quando fizer chorar uma mulher, pois Deus conta as suas lágrimas. 
A mulher foi feita da costela do homem, e não dos pés para ser pisada, nem da cabeça para ser superior. 
E sim do lado para ser igual, debaixo do braço para ser protegida e do lado do coração para ser amada! 
 
Parabéns pra nós!

#diadamulher



sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

OPORTUNIDADE DE IMÓVEIS - COMPRA E VENDA

Grande parceria do ramo imobiliário em Planaltina/DF, Diogo Lopes Faria e Eduardo Santos.
Entre em contato e agende já sua visita para conhecer o escritório e as melhores oportunidades de imóveis da região.

Situado na Avenida Maranhão Qd. 81 Lote 10 - Planaltina/DF

Tel.: 61 99571-0162(watsapp) /98443-6639 (Diogo)        61 98283-3357(watsapp) /98452-0955 (Eduardo)


quinta-feira, 31 de março de 2016

SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL: Ministro da Fazenda confirma que ajuste fiscal pre...

SERVIDOR PÚBLICO FEDERAL: Ministro da Fazenda confirma que ajuste fiscal pre...: Jornal Extra     -     30/03/2016 Nesta terça-feira, durante uma audiência pública da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Se...

ESTAMOS DE OLHO!!!

SERVIDOR PÚBLICO... 

ATENTE-SE!

Por: Adm. Tatyana Luz
Quinta, 31 de março de 2016 
Nós sabemos quão longa a caminhada que tivemos e temos diariamente para chegar aqui aqui. Nobres colegas, estudamos e conhecemos nossos direitos e sabemos que antes de mais nada, se existe um "Golpe" a ser protelado é contra nós trabalhadores... Enquanto ficam a rinha de galo entre quem "manda" no País... camuflam a rasteira que planejam a nós trabalhadores. No meio da cúpula não existe santo e devemos deixar bem claro que chegamos aqui não por favor, mas sim por mérito próprio! Vale a leitura atenta do texto abaixo e vale ficarmos atentos e estarmos com nossos direitos na ponta da língua!
(...)"deverão exonerar - pelo menos - 20% dos comissionados. E aqui cabe interpretar que, se 20% dos comissionados não forem suficientes, deve-se avançar para todos os comissionados e terceirizados, antes de se falar em cargo efetivo submetido ao devido concurso."
 Devemos nos aprofundar em nossos direitos e não dar vazão à fofocas... estudamos e estamos aqui por mérito próprio!

Crise: servidor público pode ser demitido?

Rudi Cassel
Portal Nacional de Seguros     -     29/03/2016
O funcionalismo público sempre foi apontado por muitos como uma opção de trabalho segura, já que os servidores têm direito a estabilidade no emprego, sendo demitidos, segundo o artigo 41 da Constituição Federal, apenas em casos de sentença judicial por processo administrativo ou por insuficiência de desempenho (cujas regras ainda aguardam regulamentação). O fato recente é que está para ser votado na Câmara dos Deputados o Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016, que propõe uma reforma fiscal que pode suspender a realização de concursos públicos, congelar salários e criar até um programa de demissão voluntária de servidores públicos. O pacote pressupõe ainda o alongamento da dívida pública dos estados com a União. O prazo era de meados de 2027 e foi adiado por mais 20 anos.
O serviço público engloba três tipos de contratação. Há os empregados públicos, que estão sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), tendo os mesmos direitos e deveres de um funcionário de uma empresa privada. Existem ainda os cargos comissionados, que são aqueles contratados sem concurso público. Por fim, os efetivos, que tem direito a estabilidade após três anos de trabalho. Antes disso, eles são considerados em estágio probatório, estando sujeitos à exoneração de ofício caso haja reprovação nesse período.
Contudo, desde a Lei Complementar 101/2000, a denominada Lei de Responsabilidade Fiscal, essa estabilidade pode ser ameaçada. Isso porque os governos federais, estaduais e municipais não podem gastar mais do que arrecadam, sendo obrigados a fazer os cortes e ajustes necessários para manter as contas equilibradas. O artigo 22 prevê que, se a despesa com pessoal exceder a 95% do limite - que é de 50% da arrecadação na União e 60% nos estados e municípios - fica vedada a concessão de vantagem, aumento, reajuste ou adequação de remuneração. Vedam-se ainda a criação de cargo, emprego ou função; a alteração de estrutura de carreira que implique aumento de despesa; o provimento de cargo público, admissão ou contratação de pessoal a qualquer título, ressalvada a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento; e a contratação de hora extra, salvo no caso de situações previstas na lei de diretrizes orçamentárias.
Esse Plano de Auxílio aos Estados e Municípios, apresentado pelo governo federal no último dia 21 de março, prevê três etapas, sendo inicialmente a restrição à ampliação do quadro, o não reajuste de salários e corte de gastos discricionários, administrativos e de cargos comissionados. Caso essas medidas não sejam suficientes, será preciso partir para a segunda etapa, que pressupõe a proibição de aumentos nominais de salários, concessões de novos subsídios e desonerações, assim como mais cortes nos gastos já mencionados. Se ainda assim o desequilíbrio permanecer, a terceira etapa prevê a vedação de reajustes reais no salário mínimo, corte de 30% nos benefícios dos servidores (que são alimentação, saúde, transporte e auxílio creche), além de um programa de demissão voluntária ou licença temporária não remunerada.
Até o momento o governo não abordou a demissão de servidores, tomando medidas anteriores para conter a crise. Mas, sabe-se que se essas medidas não forem suficientes, corre-se o risco de invocação indevida da Lei de Responsabilidade Fiscal para justificar demissões “não voluntárias”. Nesse caso, o servidor deve ficar atento. Antes de falar em demissão de servidores efetivos, prefeituras, estados, Distrito Federal e União, deverão exonerar - pelo menos - 20% dos comissionados. E aqui cabe interpretar que, se 20% dos comissionados não forem suficientes, deve-se avançar para todos os comissionados e terceirizados, antes de se falar em cargo efetivo submetido ao devido concurso. É difícil imaginar um corte ampliado de comissionados e terceirizados que exija o avanço para a demissão de servidores efetivos não estáveis e, sucessivamente, estáveis.
Em suma, se aparentemente o servidor público efetivo pode sim vir a ser demitido em função de uma crise, deve-se observar atentamente se todas as outras medidas anteriores foram integralmente esgotadas e realmente não surtiram efeito. Os governos, tanto federal, quanto estaduais e municipais - onde normalmente concentram-se os maiores desequilíbrios orçamentários - precisam atentar-se para a adoção de medidas radicais em outros setores, sem apelar para gerar um vácuo no serviço público que suplicará preenchimento logo adiante. Lembremos que não foi a folha de pagamento dos servidores que causou a crise atual e certamente não será ela que irá resolver. Medidas que desestimulam os direitos sociais nunca são saudáveis. Ao servidor, cabe analisar cada passo do Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016 e seus desdobramentos, evitando a culpa indevida pelo desequilíbrio das contas do Estado.

Rudi Cassel é advogado e sócio-fundador do escritório Cassel Ruzzarin Santos Rodrigues Advogados, especializado em direito do servidor público.

segunda-feira, 21 de março de 2016

Ovo de Páscoa de brigadeiro  

Ingredientes


Recheio de Brigadeiro

  • 1 lata de leite condensado
  • 2 colheres (sopa) de manteiga (40 g)
  • 3 colheres (sopa) de Chocolate em Pó (27 g)
  • Ovo
  • 250 g de Cobertura Meio Amargo
  • 1 embalagem de Granulado (130 g)

Materiais necessários

  • 2 moldes para ovo de 250 g
  • 1 pincel culinário

 Modo de preparo


  • Recheio: leve os ingredientes ao fogo médio, mexendo sempre, por cerca de 15 minutos ou até que fique em ponto de brigadeiro mole. Deixe esfriar e reserve.
  • Casca: corte e derreta a cobertura seguindo as instruções abaixo: 1º Passo - Corte
Com o auxílio de uma faca grande e sem serra, corte a cobertura apoiando a mão na ponta da faca e fazendo um movimento de alavanca.
Para o banho-maria - a cobertura deve ser cortada em pedaços menores para facilitar o derretimento;
Para o microondas - a cobertura pode ser cortada em pedaços maiores.
2º Passo - Derretimento
No banho-maria - em uma panela, ferva uma quantidade pequena de água, suficiente para tocar o fundo do refratário. Apague o fogo e encaixe o refratário na panela, mexa a cobertura até derreter completamente. A cobertura deve atingir a temperatura de 70ºC (ou seja,
muito quente), assim, estará fluida e na consistência boa para ser moldada. Enquanto estiver moldando, se a cobertura endurecer, torne a aquecer;
No microondas - leve a Cobertura cortada ao microondas em potência média, (para 250 g - 6 minutos), mexendo na metade do tempo. Retire e mexa até derreter por completo.
Separe 6 colheres (sopa) da cobertura derretida e reserve para uso na decoração. Pincele uma camada uniforme dechocolate derretido, conforme a técnica Moldagem de Ovos - Cascas Recheadas. Retire o molde da geladeira, preencha as cavidades do ovo com o recheio e cubra com 4 colheres da cobertura reservada. Torne a levar à geladeira para firmar.
  • Decoração dos Ovos: desenforme as cascas recheadas, apóie-as sobre uma superfície forrada com papel-manteiga e pincele uma faixa da cobertura reservada (ela deve estar bem fluida, torne a aquecer,
se preciso). Espalhe o granulado em camada uniforme e repita esse processo até que as cascas estejam completamente cobertas de granulado
  • Montagem: una as metades do ovo com o restante do chocolate derretido, leve novamente à geladeira. Embale com papel celofane, finalizando com um laço.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Evangelho do dia: São Lucas 1, 39-45



Segunda-feira, 21 de Dezembro de 2015.




4º semana do Advento
Santo do dia: São Pedro Canísio, presbítero e Doutor da Igreja; São Miqueias, Profeta
Cor litúrgica: roxo

Evangelho do dia: São Lucas 1, 39-45


Primeira leitura: Cântico 2, 8-14
Leitura do livro do Cântico dos Cânticos:
8É a voz do meu amado! Eis que ele vem saltando pelos montes, pulando sobre as colinas. 9O meu amado parece uma gazela, ou um cervo ainda novo. Eis que ele está de pé atrás de nossa parede, espiando pelas janelas, observando através das grades. 10O meu amado me fala dizendo: 'Levanta-te, minha amada, minha rola, formosa minha, e vem! 11O inverno já passou, as chuvas pararam e já se foram. 12No campo aparecem as flores, chegou o tempo das canções, a rola já faz ouvir seu canto em nossa terra. 13Da figueira brotam os primeiros frutos, soltam perfume as vinhas em flor. Levanta-te, minha amada, formosa minha, e vem! 14Minha rola, que moras nas fendas da rocha, no esconderijo escarpado, mostra-me teu rosto, deixa-me ouvir tua voz! Pois a tua voz é tão doce, e gracioso o teu semblante'.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus



Salmo 32(33)
- Dai graças ao Senhor ao som da harpa, na lira de dez cordas celebrai-o! Cantai para o Senhor um canto novo, com arte sustentai a louvação!
R: Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Cantai para o Senhor um canto novo!
- Mas os desígnios do Senhor são para sempre, e os pensamentos que ele traz no coração, de geração em geração, vão perdurar. Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, e a nação que escolheu por sua herança!
R: Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Cantai para o Senhor um canto novo!
- No Senhor nós esperamos confiantes, porque ele é nosso auxílio e proteção! Por isso o nosso coração se alegra nele, seu santo nome é nossa única esperança.
R: Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Cantai para o Senhor um canto novo!
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 1, 39-45
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- É Emanuel, sois nosso rei e orientador: vinde salvar-nos, ó Senhor e nosso Deus!
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:
39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judéia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: 'Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!' 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido, o que o Senhor lhe prometeu.'
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Evangelho do dia: São Mateus 11, 28-30



Quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015.
2° Semana do Advento
Santo do dia: São João Diego Cuauhtlatoatzin; Beato Bernardo Maria de Jesus Silvestrelli, presbítero
Cor litúrgica: roxo
Evangelho do dia: São Mateus 11, 28-30

Primeira leitura: Isaías 40, 25-31
Leitura do livro do profeta Isaías:
25'Com quem haveis de me comparar, e a quem seria eu igual?' - fala o Santo. 26Levantai os olhos para o alto e vede: Quem criou tudo isto? - Aquele que expressa em números o exército das estrelas e a cada uma chama pelo nome: tal é a grandeza e força e poder de Deus que nenhuma delas falta à chamada. 27Então, por que dizes, Jacó, e por que falas, Israel: 'Minha vida ocultou-se da vista do Senhor e meu julgamento escapa ao do meu Deus?' 28Acaso ignoras, ou não ouviste? O Senhor é o Deus eterno que criou os confins da terra; ele não falha nem se cansa, insondável é sua sabedoria; 29ele dá coragem ao desvalido e aumenta o vigor do mais fraco. 30Cansam-se as crianças e param, os jovens tropeçam e caem, 31mas os que esperam no Senhor renovam suas forças, criam asas como as águias, correm sem se cansar, caminham sem parar.
- Palavra do Senhor
- Graças a Deus 
Salmo 102 (103)
- Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!
R: Bendize, ó minha alma ao Senhor.
- Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão.

R: Bendize, ó minha alma ao Senhor.
- O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo. Não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas.
R: Bendize, ó minha alma ao Senhor.
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 28-30
- Aleluia, Aleluia, Aleluia!
- Eis que o Senhor há de vir, a fim de salvar o seu povo; felizes são todos aqueles que estão prontos para ir-lhe ao encontro.
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:
Naquele tempo, tomou Jesus a palavra e disse: 28Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.
- Palavra da Salvação
- Glória a Vós, Senhor


Fonte: https://mensagenscatolicas.com.br/index.php?r=viewmail/index&dispatchid=1134

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Via contemplativa: um chamado especial?




Conforme os ensinamentos de diversos teólogos, todas as almas em estado de graça são chamadas à contemplação infusa, ou seja, a um convívio celestial, possuindo uma centelha da bem-aventurança de que gozam os justos no Céu. Aqui na terra, contempla-se a Deus como em um espelho. Somente no céu O "veremos como Ele é" (I Jo 3, 2). Com efeito, "não é que a graça da contemplação se dê aos grandes e não aos pequenos, senão que, com frequência, a recebem ambos; mais frequentemente os retirados e, algumas vezes, os casados".1 Logo, não há estado algum entre os fiéis que possa ficar excluído desta graça, seja na tranquilidade de um claustro ou em meio às atividades da vida secular.
Isso se explica pelo fato de que todos os batizados, ao se tornarem participantes da natureza divina, recebem a graça santificante juntamente com as virtudes e os dons, que se desenvolvem com a caridade. Ora, segundo São Tomás de Aquino, "a vida contemplativa não se ordena a um amor qualquer a Deus, mas ao amor perfeito".2 Portanto, é a virtude da caridade levada ao pleno desenvolvimento. Nesta perfeição de amor é que terá origem a fecundidade das ações próprias à vida ativa.
Ademais, é um bem que deve ser desejado e que não se nega àqueles que o procuram: "Se não fosse geral este convite, não nos chamaria o Senhor a todos, e ainda que chamasse, não diria: ‘Eu vos darei de beber'. [...] Mas, como disse, [...] a ‘todos', tenho por certo que a todos os que não ficarem pelo caminho não lhes faltará esta água viva".3
Recolhimento: conditio sine qua non...4
Entretanto, para que de fato a Santíssima Trindade faça dos homens a sua morada e os cumule com esta insigne predileção, se requerem algumas disposições espirituais, independentes do estado de vida em que se encontrem.
Além de um profundo desapego das coisas concretas, de uma inteira humildade e pureza de coração e da prática habitual das virtudes, é indispensável ainda outro fator que constitui condição indispensável para o desenvolvimento da vida contemplativa: o recolhimento. "Assim como a dissipação repele os bens divinos ou dificulta sua saudável influência, assim o recolhimento os atrai até nós e favorece sua eficácia".5
Antes de tudo, é preciso esclarecer que recolhimento não é sinônimo de solidão ou silêncio. Estes são fatores que o tornam propício, mas não se confundem com ele. O recolhimento consiste, mais do que numa atitude exterior de afastar-se das ocupações do dia-a-dia, num estado de espírito que nada pode perturbar. "Uma alma recolhida é, pois, uma alma retirada das criaturas e que busca a Deus, sua vontade e seus desejos para conformar-se com Ele em tudo".6
É um contínuo estado de oração no qual, mesmo em meio às mais diversas atividades, o coração e a mente estão sempre voltados para o sobrenatural. Em meio à dissipação e à agitação, dificilmente se poderá ouvir o chamado e as inspirações que o Espírito Santo sopra em nossas almas. "O silêncio da alma e dos sentidos exteriores é ‘a ajuda que prestamos a Deus para que Ele se comunique a nós'".7 Mesmo os pecadores mais empedernidos, quando aprendem a ouvir essa voz interior, iniciam um processo de conversão que pode elevá-los aos altos píncaros da santidade, como narra Santo Agostinho em suas Confissões: "Eis que estavas dentro de mim e eu fora Te procurava. [...] Chamaste, clamaste e rompeste minha surdez".8
Além de atrair para a alma todos os bens celestiais, o recolhimento é o melhor meio de fazê-los frutificar. Ele é como um motor para as boas obras, como o caule que liga o fruto à videira, visto que nos coloca em contato com o Onipotente e nos faz trabalhar tendo em vista não as criaturas, mas unicamente a glória de Deus.
A pessoa que assim procede alcança rapidamente a santidade e tem sua vida transformada:
[...] Outrora tinha as suas horas de meditação e oração; agora a sua vida é uma oração perpétua; quer trabalhe quer se recreie, quer esteja só ou acompanhada, incessantemente se eleva para Deus, conformando sua vontade com a d'Ele: ‘quae placita sunt ei facio semper' (Jo 8, 29) ["Eu faço sempre aquilo que é do seu agrado"]. E esta conformidade não é para a alma senão um ato de amor e entrega total nas mãos de Deus; as suas orações, as suas ações comuns, os seus sofrimentos, as suas humilhações, tudo está impregnado de amor a Deus.9

Não nos faltam exemplos de como as comunicações divinas se fazem sentir sobretudo nos momentos de recolhimento e de como este leva a frutificar os dons recebidos na contemplação. Entre os inúmeros fatos que nos narram as Sagradas Escrituras, dois são especialmente dignos de nota.
Em primeiro lugar, tomemos os quarenta dias de retiro sobre o Monte Sinai. Antes de firmar com o povo de Israel a Aliança definitiva, em que se realiza a entrega das tábuas da Lei contendo o Decálogo, o próprio Deus convida a Moisés para que suba para junto d'Ele: "Sobe para mim ao monte e deixa-te estar aí" (Ex 24, 12).
Exige o Senhor que seu servo se prepare e esteja à altura da missão de que será portador. Para isso, deseja que ele suba, ou seja, que se afaste das coisas terrenas. Moisés sobe, mas somente depois de sete dias de recolhimento o Senhor lhe dirige a palavra. "E, entrando Moisés pelo meio da nuvem, subiu ao monte, e lá esteve quarenta dias e quarenta noites" (Ex 24, 18).
Somente depois de quarenta dias de retiro e contemplação lhe são entregues as tábuas da lei...
Outro relato nesse sentido é a preparação para a descida do Espírito Santo. Consta nos Atos dos Apóstolos que, após a ascensão de Jesus, os discípulos voltaram para Jerusalém e se reuniram no Cenáculo. Muitos deles ainda julgavam que aquele seria o momento da implantação do reino político do Messias e que obteriam com isso uma grande glória mundana. 10
No entanto, apesar desse estado de espírito infelizmente reinante, é preciso reconhecer que estavam ali reunidos à espera do batismo de fogo que, segundo as palavras do Mestre, receberiam dentro de alguns dias.
Por isso, "todos estes perseveravam unanimemente em oração, com as mulheres, e com Maria, a Mãe de Jesus" (At 1, 14). Assim, a graça tinha meios para atuar e preparar suas almas para o precioso Dom que receberiam e em virtude do qual expandiriam a Igreja de Cristo por toda a terra. "Estavam recolhidos, modo excelente de preparação para os grandes acontecimentos"11.
Passaram-se dez dias de contínua oração até o cumprimento da promessa de Nosso Senhor. "Em geral, Cristo ressurreto escolhia oportunidades como estas - de reflexão e compenetração da parte de todos - para lhes aparecer, assim como o Espírito Santo para lhes infundir seus dons".12
Passados esses dias de contemplação, os apóstolos retomaram novamente suas atividades e, através desse recolhimento regenerador, foram assumidos por um entusiasmo e um fogo que antes não possuíam.
Donde destacarmos a necessidade da contemplação para o sustento da vida espiritual, conceito tantas vezes esquecido nos dias atuais, tão penetrados pelo ateísmo e pelo pragmatismo.
Por Irmã Ariane Heringer Tavares, EP
.................................................

[1] ROYO MARÍN, Antonio. Op.cit. p. 454: "[...] no es que la gracia de la contemplación se dé a los grandes y no a los pequeños, sino que con frecuencia la reciben los grandes y con frecuencia los pequeños; más frecuentemente los retirados y alguna vez los casados". (Tradução da autora)
[2] SÃO TOMÁS DE AQUINO. Summa Teologiae, II-II, q.182, a. 4, ad 1: "[...] vita contemplativa non ordinatur ad qualemcumque Dei dilectionem, sed ad perfectam". (Tradução Loyola. Doravante se utiliza sempre esta tradução para esta obra)
[3] SANTA TERESA DE JESUS. Camino de perfección. C. 19, 15. In: Obras completas. 9. ed. Madrid: BAC, 2006, p. 319: "Si no fuera general este convite, no nos llamara el Señor a todos, y aunque los llamara, no dijera: ‘Yo os daré de beber'. [...] Mas como dijo, [...] ‘a todos', tengo por cierto que todos los que no se quedaren en el camino, no les faltará esta agua viva". (Tradução da autora)
[4] Condição indispensável. (Tradução da autora)
[5] ROYO MARÍN, Antonio. La vida religiosa. Madrid: BAC, 1975, p. 442: "Así como la disipación rechaza los bienes divinos o dificulta su saludable influencia, así el recogimiento los atrae hacia nosotros y favorece su eficacia". (Tradução da autora)
[6] Ibid. p. 439: "Un alma recogida es, pues, un alma retirada de las criaturas y buscando a Dios, su voluntad y sus deseos, para conformarse a Él en todo".(Tradução da autora)
16 M-BRUNO. Op. cit. p.30: "Le silence de l'âme et des sens extérieurs est ‘l'aide que nous prêtons à Dieu pour qu'Il se communique à nous'". (Tradução da autora)
[8] SANTO AGOSTINHO. Confissões. Madrid: BAC, 2013, p. 385: "Et ecce intus erat et ego foris, el ibi te quaerebam [...]. Vocasti et clamasti et rupisti surditatem meam". (Tradução da autora)
[9] TANQUEREY. Op. cit. p. 613-614.
[10] A Autora se lembra de ter ouvido este comentário de Monsenhor João Scognamiglio Clá Dias inúmeras vezes, em diversas homilias, nas missas celebradas diariamente para seus filhos espirituais na Basílica de Nossa Senhora do Rosário, Caieiras, São Paulo.
[11] CLÁ DIAS, João Scognamiglio. E renovareis a face da Terra. O inédito sobre os Evangelhos. Comentários aos Evangelhos Dominicais. Advento, Natal, Quaresma e Páscoa - Ano A. Città del Vaticano - São Paulo: LEV; Lumen Sapientiae, 2012, v. I, p. 398.
[12] Ibid. p. 407.


sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Planaltina/DF: Transporte público ignorado pelo GDF...




Moradores da Estância mestre Darmas, desesperados as margens da BR020...


Enquanto o GDF estuda, a polícia investiga uma coisa que acontece há anos, entrando governo e saindo Governo... a população continua a sofrer com os descaso do Governo perante ao Transporte Público.
Exponho particularmente de Planaltina/DF... onde as "cooperativas", não entraram nesta investigação até o presente momento. Um caos que era eminentemente em alguns bairros está contaminando toda a Região Administrativa. O Grupo Amaral não tem condições de assumir as linhas da Coopatram, coope
rativa que pintou e bordou com a população e funcionários, que só foi retirada de circulação por causa do não pagamento do financiamento, onde teve seu veículos leiloados no final de agosto. Reafirmo: a Coopatram só foi retirada por causa da apreensão feita pelo BRB... não por que o GDF fez seu trabalho de fiscal de contrato e a retirou por não cumprir sua parte e ainda colocar a vida da população em risco.


Protesto na DF que liga o Vale do Amanhecer ao Arapoanga, devido à falta de ônibus durante greve da Coopatram no início do ano de 2011.


Os ônibus irregulares do Grupo Amaral estavam tentando dar suporte aos bairros que a Coopatram deixou totalmente sem ônibus, mas o Governo ao invés de tomar uma atitude para sanar o problema da população... simplesmente está "estudando" uma forma de quebrar o contrato com a Coopatram (que nunca cumpriu com suas obrigações com a população e não possui mais nenhum veículos, todos leiloados pelo BRB), colocar validadores nos ônibus velhos da Cootransp e ainda apreende os únicos veículos do Grupo Amaral que nos davam suporte. Nós população ficamos a mercê de Cooperativas com veículos sucateados das áreas rurais, sem validador onde quem recebe passagem em dinheiro ainda tem que retirar do bolso para não faltar aos compromissos laborais e ainda nos mesmos moldes da Coopatram (cobradores e motoristas sem nenhum trato com passageiros, excesso de velocidade e excesso de arrogância).
A situação é esta: Planaltina de um modo geral não tem transp
orte público que nos atenda as nossas necessidades, nem mesmo as mais básicas! E pelo visto nunca terá... já foram feitas, manifestações, abaixo assinados, manifestos, bloqueio de vias, reportagens longas e que mostram fielmente nossa situação... porém estamos desde o segundo semestre de 2010 sofrendo cotidianamente para cumprir com nossas obrigações laborais.
Até quando seremos humilhados????








Fotos da fila no Terminal do Arapoanga, situação fotografada em abril de 2011... situação que pode ser comprovanda todos os dias no início da manhã...

Encaminhei este questionamento acima à ouvidoria da Câmara Legislativa e obtive tal resposta:

"Prezada Tatyana Luz,
Lamentamos a morosidade do processo e concomitantemente a parabenizamos por atuar como cidadã atuante, torcendo para que a solução definitiva venha o quanto antes e atenda da melhor maneira não só a comunidade de Planaltina mas a todos que faz uso do sistema. Com o intuito de melhorar as condições gerais de deslocamento da população nas áreas urbanas, o GDF iniciou a elaboração do Plano Diretor de Transporte Urbano do Distrito Federal e Entorno (PDTU). A partir deste estudo, serão desenvolvidas ações de curto, médio e longo prazo, que priorizem os anseios e necessidades da população. Para isso, serão feitos levantamentos de dados, pesquisas e um diagnóstico da situação atual.O Programa de Transporte Urbano do DF - PTU/DF, componente do Brasília Integrada - tem como objetivo geral promover a mobilidade no DF. As ações propostas possuem foco na implantação de uma nova concepção de operação do sistema de transporte público coletivo, fundamentada na integração entre itinerários de ônibus e metrô. As intervenções físicas constituem um meio de viabilizar esse novo modelo de gestão. Estão previstas construções e melhorias no sistema viário urbano e rodoviário do Distrito Federal, com o estabelecimento de vias exclusivas para ônibus, construção de terminais nos principais pontos de transferência de passageiros de transporte público coletivo, implementação de bilhetagem automática e um amplo conjunto de ações no âmbito da gestão e do fortalecimento institucional do Sistema de Transporte Urbano do DF. O Brasília Integrada é um marco conceitual que estabelece novas diretrizes relativas à melhoria do transporte urbano do Distrito Federal. Todas as ações desenvolvidas para a área de transportes no DF devem estar em consonância com os conceitos do Brasília Integrada:- integração das políticas urbanas e de transporte do DF- priorização do transporte público coletivo e dos modos não motorizados visando o desenvolvimento sustentável- instituição do sistema integrado de transporte- melhoria da mobilidade dos cidadãos e segurança de tráfego (pedestres, ciclistas e motoristas)- acessibilidade universal- adoção de novas tecnologias de transporte coletivo- modernização dos sistemas de controle de oferta e demanda- elaboração de projetos de infra-estrutura de apoio compatíveis com as necessidades da população.O GDF vai revitalizar e ampliar a malha viária, bem como expandir e modernizar os meios de transporte público coletivo.
Sempre à disposição,"

Equipe do Ouvidor Dep. EVANDRO GARLAContatos: ouvidoria@cl.df.gov.br
0800 642 0009
Praça Municipal, Quadra 2 Lote 5 – Eixo Monumental -
CEP: 70.094-902



Brasília-DF


*************************
Assim sendo respondi...


Em resposta, eu agradeço imensamente a pronta resposta, mas estas promessas fazem literalmente parte de um planejamento em longo prazo que dependerá de processos licitatórios e muitas outras medidas que demandam tempo e planejamento, são com certeza projetos extremamente interessantes que proporcionarão uma melhoria considerável, na qualidade de vida da população do GDF.
Porém sabe-se que a situação de Planaltina/DF, não é a mesma das outras Regiões Administrativas do Distrito Federal, nossa por parte de um outro projeto em outro Governo, várias linhas de determinados bairros de Planaltina foram substituídas pela Coopatram, coooerativa a qual depois de uns seis meses de atuação deixou a população completamente desatendida, situação intensificada mediante seu problema financeiro onde por acabou com seus veículos leiloados na segunda quinzena de agosto.
A situação pós retirada da Coopatram até estaria estável até hoje se as empresas que nos prestam suportes também condissessem com no mínimo 50% de compromisso com seus serviços. Sabe-se que a Cootransp não possui validador em todos os veículos (desatendendo quem utiliza cartão fácil) e o Grupo Amaral que passa por problema financeiros onde já foram lacrados pelo DFTRANS mais de 100 veículos somando-se suas garagens regionais devido "Operação São Pedro" e Veículos Piratas(sem autorização).
Conclusão, estamos totalmente desatendidos, os únicos veículos que possuem o sistema de bilhetagem eletrônica (Grupo Amaral) possuem péssimos estados de conservação e manutenção, além dos veículos que rodavam sem autorização, informação que o DFTRANS na operação "São Pedro" lacrou e multou diversos veículos deste grupo. Realmente é uma ação que visa segurança da população, porém em contrapartida nossa situação que era precária ficou ainda mais deficitária e decadente.
Assim sendo Bairros como Arapoanga, Vale do Amanhecer, Jardim Roriz e Buritis 4, que dependiam em sua totalidade ou em mais de 50% de suas linhas dos veículos antes da Coopatram que agora dependem dos veículos, "quebras-galho", do Grupo Amaral e da Cootransp encontram-se totalmente inconstantes, não temos horários, se um veículo dá problema não tem outro para substituí-lo, os veículos da Cootransp não possuem horário, os funcionários fazem seus próprios horários, trabalham por dia e ganham uma porcentagem da arrecadação: então são condições desumanas, pois quanto mais lotada uma viagem melhor para esta gente.
A medidas respondidas no e-mail abaixo são até um tanto esperançosas, porém nossa demanda merece atenção e muita urgência.
Eu particularmente tenho até uma certa flexibilidade para chegar ao meu trabalho, mas grande parte de população não tem esta flexibilidade, são empregados domésticos, trabalhadores de obras, lojas, consultórios dentre outros serviços onde a chefia não compreende tal situação e muito menos pode esperar findar os projetos de reestruturação no Transporte Público do DF e que em um visão de microempresário é melhor demitir um funcionário que não atende ao seu horário e contratar outro que more em uma região onde tenha melhor meio de locomoção e cumpram com o a carga horária laboral, isto está gerando uma fator de eliminação em qualquer processo seletivo para balizamento do cumprimento da jornada de trabalho.
A atenção que me refiro é básica nada que não esteja ao alcance de nossos governantes, enquanto os projetos e estudos não são concluídos precisamos de intensificação do apoio emergencial, ou seja, realocação de mais empresas para a região de um modo que possamos suportar o período de implantação dos mesmos. Peço este Gabinete que interceda por esta sugestão, pois eu não apenas critico, mas também sugiro que algo seja feito até que todo o planejamento do Governo seja concluído. - Riacho Grande, Grupo Constantino, São José e Viplan - poderiam também auxiliar esta sofrida população o Grupo Amaral não tem tantas condições de atender nem suas próprias linhas, quanto mais atender ao nosso problema. Necessitamos de uma mobilização maior urgentemente, peço apoio desta ouvidoria que interceda e nos auxilie a pressionar os órgãos responsáveis por medidas alternativas.

Grata,

Adm. Tatyana Luz



DFTrans realiza 235 autuações na Operação São Pedro
(13/10/2011 - 16:59)

A autarquia Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) vem realizando, desde o início do mês de outubro, a Operação São Pedro. Até o dia 9 de outubro a fiscalização do órgão já autuou 235 veículos que cometiam irregularidades.
Essa ação do DFTrans já apresenta os seguintes resultados:
Autuações: 235
Principais:
1º) Veículos com problemas nos pneus - 29
2º) Problemas em equipamentos de segurança (tacógrafos, extintores de incêndio, triângulos etc) - 24
3º) Problemas com indicadores de sinalização (luzes, faróis etc) - 24
Recolhimentos: 138
O procedimento de recolhimento lacra os veículos irregulares, proibindo-os de circularem com o problema, bem como os encaminha para a resolução dos mesmos. Só após serem consertados, os ônibus são novamente liberados para o transporte de passageiros.
A operação tem o objetivo de inibir irregularidades e evitar que veículos circulem com problemas que afetem, sobretudo, a segurança dos passageiros, como pneus carecas, falta de iluminação, problemas no sistema elétrico e outros, prevenindo a ocorrência de acidentes.
Entrevistas e informações para a imprensa:
Vítor Corrêa – 9276-2405 / 8448-5818 / 3043-0433
Viviane Nunes, Robson Leão e Alexandre Oliveira – 3043-0427 (Ascom / DFTrans)


Fonte: http://www.dftrans.df.gov.br/003/00301015.asp?ttCD_CHAVE=159141

Operação lacra 12 ônibus na manhã de hoje
Veículos com problemas elétrico e pneus carecas receberam ainda multas do DFTrans
Tamanho da Fonte

Nelson Araújo naraujo@jornalcoletivo.com.br
Redação Mais Comunidade 05/10/2011 às 14:07

Doze ônibus foram lacrados na manhã de hoje em Sobradinho, durante o primeiro dia de vistorias da Operação São Pedro, promovida pelo Transporte Urbano do Distrito Federal (DFTrans) neste mês. A iniciativa que busca evitar que ônibus com pneus carecas, falta de iluminação e problemas elétrico circulem no DF durante o período de chuva. Quatorze veículos passaram pela vistoria e as empresas responsáveis multadas. Os fiscais do DFTrans alegam que muitos deles já passaram da data de validade de manutenção e revisão.

Foram lacrados ônibus do Grupo Amaral, da linha Rápido Brasília e Viva Brasília, responsáveis pelo transporte urbano em mais de 20 regiões do DF. De acordo com o coordenador da operação, Alexandre Carvalho, falhas operacionais e estruturais foram os problemas evidentes. “Entre os veículos, dez deles possuíam pneus carecas, fator inadequado para rodar nas ruas em períodos chuvosos. Muitos deles também apresentavam problemas elétricos e falhas de iluminação, tanto nos faróis como dentro do próprio ônibus”, explica.

Segundo Carvalho, as empresas não estão investindo como deveriam na manutenção dos ônibus. “Os responsáveis não realizam manutenções periódicas. Este ano esperamos um maior número de veículos lacrados e multados em comparação ao mesmo período do ano anterior, uma vez que boa parte da frota envelheceu ou passou da garantia. Enquanto isso, faremos a fiscalização em todas as garagens e terminais do DF até o final de outubro”, conclui o coordenador.

Orientações – No primeiro dia da vistoria, foi lembrado que caso a empresa possua um serviço de manutenção na garagem, o problema pode ser solucionado rapidamente e, de imediato, o veículo pode ser liberado. Em análises minuciosas, o DFTrans informa que em, no mínimo, três dias os ônibus voltam a circular. A demora em retornar às ruas prejudica a locomoção da população. Os fiscais da autarquia informaram, ainda, que os veículos podem ser apreendidos quantas vezes necessárias até que haja a real regularização.
Fonte: http://www.maiscomunidade.com/conteudo/2008-05-19/brasilia/113081/OPERACAO-LACRA-12-ONIBUS-NA-MANHA-DE-HOJE.pnhtml


*************


O que peço aos leitores deste Blog que se sintam solidários a nossa causa, que sonham com um Distrito Federal onde tenhamos paz para nos locomovermos, peguem este e-mail da ouvidoria e com educação (para não perder a razão) nos moldes à minha resposta, façam um apelo como eu... peçam intermediação, façam valer o voto da população, afinal foram eleitos para nos representar... então que cumpram seu dever. Cobrem, reclamem e proponham soluções de forma que tenhamos razão para lutarmos por nossos direitos como cidadãos trabalhadores, não vamos utilizar palavras de baixo calão e nem insultos, apenas vamos fazer um movimento em prol de um transporte digno e de qualidade.

Conto com o apoio de vocês!

Adm. Tatyana Luz

quarta-feira, 21 de abril de 2010

PARABÉNS BRASÍLIA PELOS SEUS 50 ANOS!!!

MEIO SÉCULO...





"Não poderia mesmo
um peixe vivo,
Viver fora da agua fria "...
É tão novinha Brasilia,
E tão ingenua também,
No planalto maravilha,
Solidão, isso não tem...
O seu ponto demarcado
No quadrilátero Cruls,
Trouxe candangos de longe,
'Pra dormir nesse reduto...
terra vermelha batida,
Fazer tijolo de barro,
Usando-se o atributo...
Juscelino sonho intenso,
Orgulhoso da patente
E nesse planalto imenso,
Juscelino presidente...
Acompanhado de Oscar
que desenhava a cidade,
O seu planalto central...
Ainda bem que não viu
Seu gabinete assolado,
por tanto rato infestado,
Por tanta coisa do mal...
Mas a capital Brasilia
A cidade do candango,
Ésta é uma a maravilha,
De um povo que dança
Um tango,
E espera uma nova aurora
Quando poderá dizer:
"Vem, vamos embora,
que esperar não é saber,
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer" !!!
Dorothy de Castro- Autora Orgasmo Poético



Meio século de vida e de história. Orgulho-me de ter nascido nesta linda Capital. Um sonho, um projeto que virou realidade. Símbolo de que a luta e a perseverança pelos objetivos, o transformam em coisas reais e concretas. Olhando a história de como tudo começou, vemos o exemplo de que por mais difícil que seja quando lutamos por algo podemos torná-lo realidade. “Quem sabe faz a hora não espera acontecer”.
Uma cidade é feita por seus habitantes. Nossa cidade é muito eclética, possui gente nascida aqui e vinda de várias partes do País, sendo que cotidianamente chegam mais e mais pessoas em busca de uma vida melhor, acreditadas nos sonho pela qual esta foi criada. A luta o entusiasmo e a esperança fazem parte da cultura de nossa cidade.
Porém outro tipo de cultura vem crescendo preponderantemente. Infelizmente, grande parcela desta população quando vai exercer seu direito de cidadania não pensa no valor de nossa cidade e no viver em sociedade, acabam prevalecendo os interesses pessoais. Interesses que muitas vezes são pautados em conceitos vindos de séculos passados, como a Política do Pão e Circo surgida na Roma Antiga. Um conceito de mais ou menos 509 a.c, que infelizmente é muito praticado por quem pretende chegar ao poder de nossa cidade, e para a tristeza da mesma é aceito pela maioria de seus habitantes.
São cinqüenta anos de existência, porém nossa cidade ainda tem muito que aprender. Ela deve passar por um reformatório, é uma jovem cidade que precisa ter sua liberdade assistida. Nossa população precisa de elevadas doses de consciência de que um ato impensado praticado no presente prejudicará o nosso fututo e o de nossos descendentes.
Faço minha, as palavras de um grande amigo, que admiro muito sua garra e esforço por nossa cidade:
“Assim como a cidade foi construída com a coragem e ousadia do povo brasiliense, na esperança de dias melhores, também temos de ter coragem para fazer as mudanças necessárias para a Brasília dos próximos 50 anos. Essas mudanças hão de se assentar nos pilares da ética e do interesse público e, na era da internet e da comunicação instantânea, precisam incorporar às instituições as vias da transparência e do controle social da Gestão Pública”. Dep. Paulo Tadeu
Acrescento ainda, que precisa ser compreendido o real significado da expressão Administração Pública, a qual pode ser definida objetivamente como a atividade concreta e imediata que o Estado desenvolve para assegurar os interesses coletivos e subjetivamente como o conjunto de órgãos e de pessoas jurídicas aos quais a Lei atribui o exercício da função administrativa do Estado. Onde não caibam interesses particulares.
Ao seguir esta linha de raciocínio, digo que os cidadãos que aqui vivem e os que estão vindo devem incorporar o significado de cidadania. O qual possui origem na Grécia clássica, sendo usado então para designar os direitos relativos ao cidadão, ou seja, o indivíduo que vivia na cidade e ali participava ativamente dos negócios e das decisões políticas. Cidadania, pressupunha, portanto, todas as implicações decorrentes de uma vida em sociedade. Ao longo da história, o conceito de cidadania foi ampliado, passando a englobar um conjunto de valores sociais que determinam o conjunto de deveres e direitos de um cidadão "Cidadania: direito de ter direito". E cada dia que passa seu conceito engloba mais e mais.
Nenhum político faz favores à sua cidade, ele apenas cumpre seus deveres, os quais foi eleito para isto.
Com base na luta, fé e esperança na qual nossa cidade foi criada, acredito na evolução cultural de nossos cidadãos, para que Brasília chegue a um século de existência totalmente livre de concepções equivocadas. Para isso, cada um de nós devemos fazer a nossa parte, não permitindo que continuem a destruir nossa cidade. Temos que acompanhar o que está sendo feito. Obras superfaturadas como a Ponte JK e Metrô devem ser coisa do passado. Queremos orçamentos transparentes e serviços bem feitos, nossos descendetes livres da marginalidade e com saúde e educação de primeira.
Feliz Aniversário Brasília!!!! Acredito na sua evolução...

terça-feira, 20 de abril de 2010

ADMINISTRANDO NÃO APENAS EMPRESAS MAS A VIDA...

"Senhor, diante das organizações devo ter CONSCIÊNCIA de minhas responsabilidades como ADMINISTRADOR. Reconheço minhas limitações, mas, humildemente, junto com meus companheiros de trabalho busco o consenso para alcançar a SOLUÇÃO e tornar o trabalho menos penoso e mais produtivo; Senhor, despido do egoísmo, quero crescer, fazendo crescer, também, os que me cercam e que são a razão de minha escolha profissional; Senhor, ADMINISTRE o meu coração para que ele siga o caminho do bem, pois, a mim caberá realizar obras sadias para tornar as organizações cada vez melhores e mais humanas."
************************************************************************************
************************************************************************************
Para refletir e por em Prática...
"Tudo o q a mente humana pode conceber,ela pode conquistar."**Prometo a Mim Mesma**Ser forte a ponto d nada atrapalhar minha paz de espírito.Fazer meus amigos sentirem q há algo d valor dentro deles.Ver o lado positivo d tudo e tornar meu otimismo real.Pensar apenas no melhor, trabalhar apenas p/ o melhor e esperar apenas o melhor.Esquecer os enganos do passado e concentrar apenas nas maioresrealizações do futuro.Ser grande d+ p/ preocupar-se, nobre d+ p/ ter raiva, forte d+ p/ termedo, e feliz d+ p/ permitir a presença de problemas.Pensar o melhor d mim, e anunciar isso ao mundo, não em palavrasruidosas, + sim em grandes ações.Ter fé q o mundo inteiro está do meu lado à medida q sou sincero everdadeiro com o q há de melhor em mim."Q saiam d nossas bocas as boas palavras e d nossos corações as boas atitudes!"Eu crio minha vida e colho o q eu semear! Meus pensamentos sãosementes, e minha colheita dependerá do q eu plantar!***********************************************************************************************************
POSSO TUDO POSSO (Celina Borges)
"Posso, tudo posso Naquele que me fortalece
Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir
Quero, tudo quero, sem medo entregar meus projetos
Deixar-me guiar nos caminhos que Deus desejou pra mim e ali estar
Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim
Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor
Do que ficou, vou me lembrar
E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou
Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar
Vou persistir, continuar a esperar e crer
E mesmo quando a visão se turva e o coração só chora
Mas na alma, há certeza da vitória
Posso, tudo posso Naquele que me fortalece
Nada e ninguém no mundo vai me fazer desistir
Vou perseguir tudo aquilo que Deus já escolheu pra mim
Vou persistir, e mesmo nas marcas daquela dor
Do que ficou, vou me lembrar
E realizar o sonho mais lindo que Deus sonhou
Em meu lugar estar na espera de um novo que vai chegar
Vou insistir, continuar a esperar e crer ...
Eu vou sofrendo, mas seguindo enquanto tantos não entendem
Vou cantando minha história, profetizando
Que eu posso, tudo posso... em Jesus!"